Find better matches with our advanced matching system

—% Match
—% Enemy

estrela-do-mar

40 F Odivelas, Portugal

My Details

Last Online
Apr 6
Orientation
Straight
Ethnicity
White
Height
5′ 6″ (1.68m)
Body Type
Thin
Diet
Smokes
No
Drinks
Socially
Drugs
Never
Religion
Atheism, and laughing about it
Sign
Pisces, but it doesn’t matter
Education
Graduated from university
Job
Other
Income
Relationship Status
Seeing Someone
Relationship Type
Offspring
Pets
Dislikes dogs and has cats
Speaks
English (Okay), Portuguese (Fluently), German (Okay), Spanish (Poorly), French (Poorly)

Similar Users

My self-summary
***********************************************
* A YEAR HAS GONE BY, AND I'M SURE I'VE BEEN MATCHED *
***********************************************

<3 THANK YOU OKCUPID <3

Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

I’m intelligent and curious; sadly my social skills aren’t at the same level.
That’s why I prefer to interact with few people at a time, especially if I’m in a strange environment.
I like what the city has to offer in its variety and the possibilities it holds, but I prefer to live in a quiet place, where I don’t hear traffic noise and I have open spaces, with some green. I had both experiences: I was born in a big city in Germany and lived there until I was 10, and then moved to a little village in the Portuguese country side, the exact opposite of what I knew until then. I like to think that I had the better of the two worlds, although I didn’t know that at the time.
When I was 18 I wanted to save the world. Nowadays I still believe that individual actions can make a difference. I try to make my share and, among other things, I’m a lender at Kiva, which finances micro-credit institutions, and the godmother of a Mozambican child through Helpo, a Portuguese NGO.
Since I can remember that I love to learn and to know. I love discovering new things, I love to be shown and explained how things work, even if it is just a new restaurant, a detail on an iron fence, the strange form of a tree or a stone, a constellation I didn’t know.
Music, a gift, is my form of artistic expression. I like to make music with others, joining the parts that, if left alone, are incomplete. But I also enjoy silence; after all it is a part of music.
I’m an atheist, and I believe that even so it is possible to be ethical and to feel connected to the rest of the world.
This wonderful journey that is life deserves to be shared.

Sou inteligente e curiosa; pena que as minhas aptidões sociais não estejam ao mesmo nível :)
Por isso prefiro interagir com poucas pessoas de cada vez, especialmente se estiver num ambiente estranho.
Gosto do que a cidade oferece em termos de variedade e as possibilidades que tem, mas para viver, prefiro sítios sossegados, onde não ouça carros a passar e veja espaço livre, com algum verde. Tive ambas as experiências: nasci numa grande cidade na Alemanha, e vivi lá até aos 10 anos. Depois até aos 18 vivi numa aldeia da Beira Baixa, o oposto do mundo que conhecia até aí. Gosto de pensar que tive o melhor dos dois mundos, embora na altura não o soubesse.
Quando tinha 18 anos queria salvar o mundo. Hoje ainda acredito que as acções individuais podem fazer uma diferença. Por isso tento fazer a minha parte e, entre outras coisas, empresto dinheiro (sem juros) a instituições de micro-crédito através de www.kiva.org e apadrinho uma criança em Moçambique através da HELPO.
Desde que me lembro que sou gente que gosto de aprender e saber. Adoro descobrir coisas novas, que me mostrem e expliquem como funcionam, mesmo que seja só um restaurante que não conheça, um detalhe numa varanda de ferro forjado, a forma estranha de uma árvore ou de uma pedra, uma constelação que não conhecia.
A música, essa dádiva, é a minha forma de expressão artística. Gosto de a fazer em conjunto, em equipa, a conjugar as partes que sozinhas não são completas. Mas aprecio também muito o silêncio, que afinal de contas também faz parte da música.
Sou ateia, e acredito que mesmo assim é possível ter ética e princípios e sentir-me ligada ao resto da "criação".
Esta viagem fantástica que é a vida merece ser partilhada.

I am interested, confident, and independent
What I’m doing with my life
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

I'm trying to be happy.
On my daily life, I work most of the time, since I have to support myself and my 2 cats. I usually don't make long term career plans; my happiness does not depend solely on my professional accomplishments.
On my free time I read and I sing in amateur choirs. I spend a lot of my time in public transportations; I use it to read, study my scores, hear music.
I have few, but good friends; I wish I would spend more time with them.
I took a meditation course, because I’m curious about the subject and I want to know me better; I seek inner peace and I want to take things slower, to be able to value the present moment.
Some day I’m going to have to learn Italian; it’s very frustrating to sing something you don’t understand and not knowing the emotions you’re trying to convey.

Procuro ser feliz.
No meu dia-a-dia, trabalho para me sustentar a mim e aos meus 2 gatos. Não costumo fazer planos de carreira a longo prazo; a minha realização pessoal não passa só pelo trabalho. Nos tempos livres canto em coros amadores.
Nos tempos livres (ou no tempo que passo nos transportes para chegar ao trabalho), leio livros ou revistas, de ficção ou ensaios, estudo as partituras, vejo televisão, navego na internet.
Tenho poucos amigos, mas bons; gostaria de passar mais tempo com eles.
Fiz um curso de introdução à meditação, porque sou curiosa e quero saber mais sobre mim própria, e procuro tranquilidade e desacelerar o ritmo, para poder dar valor e importância ao presente, ao momento actual.
E um dia ainda vou aprender italiano, porque me deixa muito frustrada cantar numa língua que não entendo e portanto não fazer a mínima ideia da mensagem e das emoções que estou a passar.
I’m really good at
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

I love to learn, to look for answers, to do music through singing. And I like to cook.

Adoro aprender, procurar respostas, fazer música cantando; gosto de cozinhar.
The first things people usually notice about me
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

I realy don't know. I like to think people will notice that I easily give back the smiles I receive. That I’m very affirmative when I talk about my convictions.

Não sei, mesmo. Gosto de pensar que notam que devolvo facilmente os sorrisos que recebo. Que sou muito afirmativa quando falo das minhas convicções e pontos de vista. Há quem diga que sou muito assertiva. E que isso me traz problemas.
Favorite books, movies, shows, music, and food
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

My favourite books: I’ve read so many. I remember particularly, because that had some impact on me, The name of the Rose, by Umberto Eco, although I don’t like most of the other books he has written, Quo vadis, The Crusades through Arab eyes by Amin Maalouf, Mister God, this is Ana, The never ending story, The martian chronicles by Ray Bradbury, The murder of Roger Akroyd, Blindness by José Saramago, The master and Margarita by Bulgakov, The discovery of heaven by Harry Mulisch , Tom Sawyer.... I’m fan of Calvin & Hobbes, and of Le petit Nicola. I recently read D. Quixote, and it is realy a great novel, with so many possible interpretations: comedy and tragedy at the same time, and, most of all, an excellent entertainment. NowI'm discovering Clarice Lispector.
Movies: I like the work of Woody Allen, Ridley Scott, Steven Spielberg (although I think he just "ruins" most of his movies with a happy end, like AI and Minority Report), Clint Eastwood and Tim Burton. If I had to name some movies: Hero, The constant gardner, Gladiator, The matrix I, Amelie Poulain, The bridges of Madison County. I like good sci-fi, but I can’t watch horror movies.
TV shows: Good sci-fi like Babylon 5, Star Trek Next Generation, Star Gate. Good dramas with original stories like Dr. House, Six feet under, Pushing Daisies, Brothers & Sisters, Grey’s Anatomy and, for information that entertains, The daily show.
Music: I’m very eclectic. I love classical music (Beethoven speaks to my emotions, Mozart makes me happy, Bach stimulates my intellect, Vivaldi is full of energy), I enjoy to hear singing (Cecilia Bartoli is one of my heroes, as is Maria Callas), although I also like symphonies, oratorios and chamber music. At non-classical music I enjoy melodic and fun music, may it be by Greenday (I’m a huge fan of the American Idiot album), Nirvana, Metallica, White Stripes, Sting, Jack Johnson, The Beatles, Jonny Cash (I just know his last album; it’s so moving), Yann Tiersen, Tori Amos, Björk, Sérgio Godinho, a Portuguese singer and songwriter that writes beautiful lyrics, Xutos & Pontapés, a Portuguese rock band, etc. I don’t enjoy techno, rap, hip hop, trash metal; I don’t understand and consequently don’t appreciate most of jazz. I love Ella Fitzgerald; her voice is a caress on the soul of those who listen to her.
Above all, I enjoy silence, a rare gift in these days, and one that is not sufficiently appreciated. Theirs is to much noise in daily life, we can’t hear ourselves. Silence is, unfortunately, perceived as something embarrassing.
Food: I’m not a vegetarian, but I love to eat at vegetarian restaurants. I also like Japanese, Italian and oriental.

Os meus livros preferidos: já li tantos que não têm conta. Recordo particularmente, por terem tido algum impacto em mim na altura que os li, O nome da Rosa de Umberto Eco (mas não gosto da maior parte dos livros dele), Quo vadis, As cruzadas vistas pelos árabes de Amin Maalouf, Senhor Deus, esta é a Ana, A história interminável, Crónicas marcianas de Ray Bradbury, A morte de Roger Akroid de Agatha Christie, Ensaio sobre a cegueira de José Saramago, Margarita e o Mestre de Bulgakov, Os próximos 100 anos, A descoberta do céu de Harry Mulisch (que eu saiba, não está traduzido em português), Tom Sawyer.... Sou fã do Calvin & Hobbes, assim como das pequenas e divertidas aventuras de O menino Nicolau. Há pouco tempo li D. Quixote de la Mancha e é realmente um grande livro, com muitas leituras possíveis: comédia e tragédia em simultâneo, e acima de tudo um excelente entretenimento. Neste momento estou a descobrir Clarice Lispector.
Filmes: Gosto do trabalho de Woody Allen, Ridley Scott, Steven Spielberg (embora embirre com alguns dos finais felizes dos seus filmes, como IA e Relatório minoritário), Clint Eastwood e Tim Burton. Se tiver de nomear alguns filmes: O Herói, O fiel jardineiro, Gladiador, The Matrix I, O fabuloso destino de Amélie, As pontes de Madison County. Gosto de boa ficção científica mas não consigo ver filmes de terror. Muitos ficam de fora.
Música: sou muito ecléctica. Gosto muito de música erudita (Beethoven mexe com os meus sentimentos, Mozart deixa-me bem disposta e feliz, Bach estimula-me intelectualmente, Vivaldi está cheio de energia), aprecio em particular o canto (Cecilia Bartoli é uma das minhas heroínas, assim como Maria Callas), embora também goste muito de obras sinfónicas e oratórias, assim como de música de câmara. Na música não erudita gosto de música melódica e divertida, quer seja feita por Green Day (o álbum American Idiot é fenomenal), Nirvana, Metallica, White stripes, Sting, Jack Johnson, The Beatles, Johnny Cash (só conheço o último álbum dele, mas é lindíssimo), Yann Tiersen, Tori Amos, Björk, Sérgio Godinho (pela poesia das letras), Xutos & Pontapés, etc. Não gosto de dance, tecno, rap, hip hop, trash metal, e não consigo compreender e apreciar a maior parte do jazz. Mas gosto muito de Ella Fitzgerald; a voz dela é uma carícia na alma para quem a ouve.
Mais que tudo, gosto de silêncio, um bem escasso e precioso ao qual não se dá o valor que ele merece ter. Existe demasiado ruído no dia a dia, não nos conseguimos ouvir a nós próprios. O silêncio é, infelizmente, sentido como algo constrangedor.
Cozinha: não sou vegetariana, mas quase. Gosto de japonês, italiano, médio oriente.
The six things I could never do without
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

Actually, 7:

Many Books
My Music and singing
Dark Chocolate
My few but good Friends
The almighty Internet
My cats
Gardens where to walk, sit, read a book, have a nice conversation

7 em vez de 6:

Livros. Muitos.
As minhas músicas preferidas (são dezenas de cd, não dá muito jeito para levar para todos os lados). E cantar.
Chocolate preto.
Poucos, mas bons amigos.
Os meus gatos.
Internet (ok, é um exagero, mas facilita TANTO a vida...).
Jardins onde passear, sentar, ler, namorar, conversar.
I spend a lot of time thinking about
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

How can I be a better person?
What am I going to do with my next holiday?
What am I going to read next?
How can I make a difference?
What is really important and relevant?

Como ser melhor.
O que vou fazer com as próximas férias.
Como aprender mais.
O que vou ler a seguir.
Como posso fazer uma diferença.
O que é realmente importante e relevante.
On a typical Friday night I am
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

Probably at home; after a week working, I need to catch up with my sleep. Going out is reserved for saturday evening (most of the time).

Na maior parte das vezes, estou em casa, mas mais por falta de disponibilidades minha ou dos meus amigos para sair. Não enjeito um jantar fora e uma saída para beber alguns copos no Bairro Alto e por a conversa em dia, descontrair ao fim de uma semana de trabalho cansativa, ir ao teatro ou ao cinema.
The most private thing I’m willing to admit
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

Isn't writing about me and my tastes not enough? Well, then send me a message.

Não chega o que já escrevi? Não? Então envia uma mensagem.
I’m looking for
  • Guys who like girls
  • Ages 26–45
  • Near me
  • For new friends
You should message me if
Ich entschuldige mich, aber dafür müsst ihr mein Profil auf portugiesisch oder englisch lesen. Deutsch schreiben fällt mir schwer und geht zu langsam.

If you want to know more about me. I don't promise do answer.

- se és sensível, caloroso, atencioso, inteligente, curioso e com bom sentido de humor;
- se não te deixas intimidar por uma mulher inteligente e independente;
- se respondeste a muitas perguntas (não custa assim tanto, é um instante enquanto se chega às 250);
- se a tua compatibilidade > 70% e inimizade < 25%;
- se mesmo depois de leres isto tudo queres, deves.

Não peço nunca nada que não esteja disposta a dar em troca. E vice-versa.